♥ Almanaque Tokyo - Yamambas ♥

13:34 Tokyo Fashion Girls 3 Comentários

Manbas são consideradas as sucessoras das ganguros, o estilo mantém a maior parte das características das gonguro, porém adicionando outros elementos como cabelos coloridos, extensores, maquiagem mais exagerada etc. A tribo entrou em ascensão por volta de 2003 e manteve seu pico até 2004, a partir de 2006, apesar do grande destaque de algumas manbas de galcircles como Angeleek o estilo entrou em um processo de decadência e atualmente existem pouquíssimas manbas no Japão.


Diferentemente do se pensa, até onde se sabe yamanba e estilos extremos em geral nunca foram absurdamente populares no Japão, nas épocas de boom existia sim um bom número de seguidores, mas que provavelmente não passava de algumas centenas e a maior parte nas áreas de grandes centros urbanos, citando a área de Shibuya em especial.

Bem, explicando a diferença entre gon e manba. Inicialmente o nome do estilo era ganguro, mas pelas semelhanças estéticas que os membros da tribo tinham com uma personagem do teatro Noh chamada Yamanba, ou bruxa da montanha, elas foram “carinhosamente” apelidadas de yamanbas, nome que acabou pegando e sendo utilizado pelos próprios membros da tribo, na mesma época em que o nome foi adotado a estética original sofria modificações, com a adição de itens já citados acima, então... é como se fossem da mesma tribo, mas em fases diferentes e cada fase possui uma definição específica. Sugiro tentar usar o termo correto para cada fase, é o adequado, apesar de muitas vezes não sabermos exatamente a data das fotos ou os nomes das manbas/ganguros e os dois estilos serem realmente muito parecidos.



Yamamba tradicional e mamba

O termo Mamba é uma abreviação de "Yamamba" que significa "bruxa da montanha", até que elas são parecidas com bruxas, não acham?

Características estéticas

Tan




De preferência deve estar presente. No início bronzeamento artificial era a alternativa mais utilizada, com o tempo outros métodos como a utilização de autobronzeadores também foram aderidos pela tribo. Algumas manbas, principalmente ocidentais optam por deixarem a pele completamente branca, utilizando maquiagem negra apenas na região do rosto, essa prática não é completamente aceita pelas gyarus, principalmente no ocidente, mas vai da concepção do estilo de cada um, a verdade é que a maquiagem facial é o que faz o estilo ser reconhecido, tanto no Japão quanto fora dele, então fica a critério de cada um o tan ou não, temos vários casos de manbas ocidentais que não usam nenhum tipo de tan.


Maquiagem



A maquiagem manba segue a mesma base da maquiagem ganguro, cremes/corretivos/tintas brancos(as) na região dos olhos, delineador forte, cílios postiços, boca pintada de branco. A diferença entre yamanbas e ganguros é que a make manba com o tempo tornou-se mais e mais exagerada, descendo a pintura até as bochechas, adicionando outros elementos como glitter e coisas chamativas em geral.

Algumas manbas optavam por maquiagens mais básicas, semelhantes ao tipo de maquiagem utilizado por gons. Por algum tempo adesivos no rosto foram relativamente populares entre os membros da tribo, essa tendência raramente é utilizada pelas atuais manbas, tanto japonesas quando ocidentais:



Cada manba possui uma maquiagem diferente e característica, por isso, caso seja de interesse usar o estilo, tente criar uma make própria, usando como base as maquiagens já conhecidas.


Cabelo



Manba é um dos únicos subestilos que aceitam muito bem TODAS as cores de cabelo. O tom mais incomum é o preto, mas existem manbas com todas as cores de cabelo imagináveis, tons fantasia são mais do que bem-vindos, loiros, castanhos claros e até vermelhos. Muitas manbas usavam perucas para conseguir efeitos mais exagerados ou a técnica do desfiado, ou backcoming, para dar volume ao cabelo. A quantidade de estilos de cabelo e até comprimento varia bastante dentro da tribo, sendo que o mais comum é o cabelo comprido, pintado de loiro ou alguma cor fantasia com volume dos lados e em cima.



Outfit

O outfit manba é caracterizado também pela irreverência e sensualidade, na época das yamanbas o boom das plataformas colossais já havia amenizado, então o mais comum era ver nos pés dos membros da tribo saltos, botas, sapatos confortáveis para dançar parapara o dia inteiro e até pantufas, dependendo da manba. Saias curtas eram absurdamente populares, assim como roupas de duas marcas referência da estética manba, Alba Rosa com seus famosos sobretudos com prints de hibiscos e a Cocolulu, ambas apelavam para um estilo surfista.



O estilo é conhecido pelo exagero então na maior parte das vezes há um excesso de informação nos visuais, acessórios, extensions, e muitas vezes cores, apesar de algumas manbas optarem por visuais mais monocromáticos, não necessariamente um visual yamanba significa usar milhares de cores misturadas, diferentemente do que se pensa. Durante a ascensão do estilo é possível observar uma forte tendência aos temas havaianos e surfistas.


Existiam manbas que optavam por estilos de se vestir mais urbanos, sem tantas flores e acessórios no cabelo.



Existem ainda outros estilos conectados a manba, como tsuyome manba e banba. Tsuyome manba seria o estilo mais exagerado de yamanba, usando mais flores, mais acessórios e extensions. Banba seria o estilo mais light de manba. Há quem goste desse tipo de nomenclatura, então fica a critério do leitor.


Tsuyome manba



Banba


Cultura manba


Para compreendermos a cultura yamanba é necessário entender alguns outros conceitos. Yamanbas era completamente adeptas ao que chamamos de galcircle/galsa/galcir.



Galsa



Gal circle é um grupo de amigos que segue o estilo gyaru, existem dois tipos de galsas, Nago-cir que é apenas um grupo de amigos que andam juntos e seguem o estilo, diferentemente do ive-cir o nago cir normalmente não possuía um processo seletivo para a entrada de novos membros, eles eram escolhidos por convivência e proximidade, sendo quase impossível para estranhos ingressarem no cir.



O Ive-cir, ou event-cir é um grupo de pessoas, também do estilo gyaru, que organiza eventos relacionados a cultura gyaru, como eventos de parapara, baladas, viagens e outros. Para entrar no cir é necessário passar por um processo de seleção e seguir regras determinadas por cada galsa.

Galcircles existem fora de manba, em outras tribos, mas é particularmente popular entre manbas, o galsa mais popular de todos os tempos é decididamente o Angeleek, que começou seu trabalho em 2004, elas são famosas por terem organizado diversos eventos e vídeos de parapara, algumas das manbas mais conhecidas são do Angeleek. Fora do Japão também existem galsas de destaque e em diversas partes do mundo.



A cultura manba está relacionada diretamente com a aparência, exagero, itens absrudamente chamativos como cílios postiços, glitter, roupas escandalosas e um estilo de vida bastante incomum. Manbas são baladeiras, e tem o lema “vamos nos divertir” acima de tudo, o estilo é considerado um dos mais irreverentes e revolucionários que já surgiu no Japão.

Citando novamente as marcas Alba Rosa e Cocolulu como grandes referências de cultura manba, também o parapara, que foi absurdamente popular entre a tribo, fast foods em geral, principalmente redes como Mc Donald’s, onde a tribo se reunia e karaokês, que serviam como local de encontro para muitos galsas e também como moradia para muitas manbas (algumas eram praticamente moradoras de rua).



Estilo de vida

Ficar na rua o dia inteiro, balada, sair com as amigas, fazer compras. Há um mito de que a maior parte das manbas eram moradoras de ruas e o-gyarus, ou gyarus que não se banham com frequência, esse tipo de gyaru realmente existia e existe até hoje, mas, como já disse, e volto a repetir, não são todas. Muitas manbas de fato sacrificavam muito para conseguir manter o estilo de vida, incluindo conforto e um estilo de vida decente. A maior parte das manbas conhecidas desistiu do estilo e atualmente segue outros vertentes de gyaru mais light.



Mais uma vez do The carammel show

3 comentários:

  1. Genteeeeee! Aquela Loompa-loompa do "Jersey Shore", a Snooky(seilá o nome daquela coisa feia)
    na verdade é uma Yamamba!!!!!
    Tô boba!! Idêntica!!!!

    ResponderExcluir