Seu namorado te trocaria por Kayo Satoh

07:00 Tokyo Fashion Girls 8 Comentários

Essa notícia já não é tão recente mas como ela apareceu recentemente em um programa da NHK resolvi trazer ela pra vocês!
Estava conversando com minha amiga Fabi quando ela comentou que tinha visto uma entrevista com duas irmãs japonesas que são modelos, Satoh Kayo e Satoh Nanao.



Até aí tudo normal, se não fosse o fato da Kayo Satoh (佐藤かよ) (a de franjinha) ser transexual!


Antes mesmo da "revelação" sobre ser transexual Kayo (Se pronuncia como Caio mesmo!) já era super conhecida no Japão e em outros países por ser uma excelente jogadora de Street Fighter, ela é mais conhecida pelo seu apelido “Kayo Police”.



Além de gamer ela apresenta eventos de anime, é cosplayer e modelo!



Depois de ficar conhecida na mídia houveram vários rumores sobre o seu verdadeiro gênero mas ela só admitou abertamente em 2010 em um programa de TV.
Kayo disse que ela se mudou de sua cidade natal para que ninguém pudesse a reconhecer, e então começou a viver como uma mulher e com um nome diferente. Depois que ela se mudou foi abordada por uma agência de modelos e começou a trabalhar, ninguém na agência suspeitava de nada.



Ela também afirmou que nunca fez cirurgias plásticas para ficar desse jeito e que muito se deve apenas ao seu talento em aplicar maquiagem.


Comparando com a foto dela quando ainda era menino realmente não parece ter feito cirurgia no rosto, talvez só ajeitado os dentes e uma cantoplastia?
Ela também vem tomando hormônios femininos desde os 15 anos (Atualmente deve estar com 24)

Satoh Kayo sem maquiagem


Aqui tem um vídeo que mostra ela em um programa de TV (Olha só a Tsubasa como convidada!) onde, se eu não me engano, mostra ela revelando ser homem para o pessoal da agência de modelos que ela trabalha.


No dia 1 de setembro de 2010 após o programa de TV ela escreveu essa mensagem no blog dela...

"Para todos os que receberam a minha mensagem.
Muito obrigada a todos pelos comentários.
Eu recebi muita coragem por eles.
Como eu disse no programa eu nasci como um garoto.
Eu me sinto muito bem por poder falar para todos sobre o meu passado.
Eu agradeço muito por vocês terem me dado essa oportunidade.
Eu vou continuar trabalhando como Kayo Sato e continuar seguindo em frente.
Eu estou muito feliz que muitas pessoas aceitaram a mim e ao meu novo começo.
Muito obrigada."

Em 23 de junho de 2011 ela lançou um photobook contando a sua história.


O mais engraçado é que ela e a irmã se esbarraram várias vezes em audiências de modelo mas nunca se reconheceram, e após a fama de Kayo começar elas resolveram se reencontrar.
Aqui tem um vídeo dela jogando Street Fighter



O que é mais impressionante na Kayo é que a voz dela é super feminina, não é?


Eu achei a história dela muito bonita, não deve ter sido nada fácil pra ela admitir que é homem e até hoe deve sofrer muita represália do pessoal no Japão. 

O que vcs acharam dela? 


Fontes: Tokyohive, Tokyokawaiietc, uwasa02, muito obrigada Fabi pelas informações!

8 comentários:

  1. ahahaha eu conheci ela por causa dos campeonatos de street fighter, ela joga bem demais, por isso a primeira suspeita de que não era mulher. :P e não é preconceito, são os fatos: não existem ainda meninas que conseguem jogar competitivamente com profissionais em fighting games, pelo menos nos campeonatos ocidentais.

    ...e depois comecei a ver ela aparecendo em programas de tv relacionados a gyaru, fiquei bastante surpresa. o_o

    mas acho ela lindíssima e admirável! acho incrível isso dos asiáticos poderem se transformar com mais facilidade entre os gêneros, que é algo muito antigo da cultura deles... especialmente no japão, né? :3

    ResponderExcluir
  2. Só digo uma coisa: Bayonetta!!!! XDDDD

    ResponderExcluir
  3. ela NÃO é homem. Sei que a intenção do post é boa, mas é preciso que as pessoas se conscientizem que apartir do momento em que ela se declara mulher, deve ser tratada como uma (e é uma). Nasceu biologicamente como homem, mas sempre foi mulher.

    E de muito mal gosto a piadinha do título do post, como se ela fosse diferente de qualquer outra mulher, perpetuando preconceitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe se vc se sentiu ofendida mas a própria Kayo fala nos programas de TV que ela é homem, ela ainda usa o RG constando como sexo masculino e o nome de batismo dela, ou seja, ela ainda não fez a cirurgia de troca de sexo, portanto para ela mesma e para a sociedade japonesa ela ainda é homem!

      Excluir
  4. E não é que virou post msm! De nada Lu, precisando de ajudinha com traduções, estamos aí!

    E pro anônimo acima, não sei se vc chegou a ver os vídeos ou ler as legendas nas fotos, mas a própria Kayo faz questão de afirmar que é homem. Acho que o preconceito maior está em querer separar seres humanos em apenas 2 gêneros definidos (homem OU mulher), sendo que cada pessoa é composta por um vasto universo de experiências e sentimentos. Porque uma pessoa não pode ser um "homem com sentimentos femininos" ou "uma mulher com sentimentos masculinos" ou até mesmo uma pessoa assexuada? Diversidade é isso: cada um se admitir como é, sem querer se autorrotular em definições padrão. E aceitar a diversidade é o primeiro passo para se acabar com preconceitos.

    ResponderExcluir
  5. não me perguntem como, mas eu suspeitei desde o principio!
    Estou acompanhando o blog há duas semanas é já é o meu preferido. Parabéns

    ResponderExcluir
  6. primeiramente devo dizer que amei esse post *^^* não comentei antes porque vi ele por cima e achei que era já antigo ^^'(depois que fui ver que foi postado nesses dias ^^')eu não conhecia a Satoh Kayo e fiquei encantada por ela =^^= um grande exemplo de uma garota transexual!linda e talentosa!e sem duvidas uma vencedora pela revolução que em sua vida!bom..quero compartilhar uma informação ao qual se não fosse esse post eu provavelmente não iria dizer:eu sou tbm transexual :) e não tenho nenhum problema em dizer isso,pelo menos nesse contexto me sinto bem em dizer isso!até para vc me entenderem melhor :) casos como o da Satoh são bem comuns na midia e na realidade japonesa!vcs já ouviram falar da Ai Haruna? ela e talvez a transexual mais famosa do Japão, e modelo,cantora,atriz,comediante, participa constantemente de programas de tv e tbm e famosa por imitar a Aya Matsuura^^ ela e um afigura adorável e muito kawaii , engraçada e linda^^ ela foi vencedora do Miss International Queen 2009 :) outro exemplo de transexual japonesa e a Tsubaki Ayana que outra garota linda e kawaii ^^ na Coréia tbm temos vários exemplos sendo o maior deles a da Cantora,modelo, e atriz Harisu(adoro ela) ^^ lá tbm já existiu até tempos atrás um grupo composto de k-pop composto apenas por garotas transexuais chamado Lady :) a na Tailândia temos a NOng Poy e a Nong Film!a Asia tem vários exemplos,e a questão de transexualidade e encarado de um maneira bem mais positiva comparada aqui,e fora que em alguns países isso e encarado como um comercio ,o comércio das Ladyboys,Tailândia e famosa por ser o destino para quem quer fazer a readequação sexual como também para quem procura prostitutas com essa condição sexual!uma coisa interessante e intrigante e que as asiáticas tem uma sorte em terem um biotipo que ajuda a serem bem femininas *-* e a voz feminina e uma dessas características ^^ ahh,conhecem a Kim Petras? ela e uma cantora pop alemã , mesmo não sendo asiática eu citei ela por ser um outro grande exemplo de garota transexual,ela operou as 16 anos,e agora está com 20 anos :) sou super fã da Kim *^^* amo demais ^^ e bom..pelo voltando no assunto inicial,fiquei feliz em saber que a Satoh não e operada ^^ eu tbm não sou, e nem quero,já quis muito,mas aprendi a me aceitar do jeito que sou ,e sou feliz assim :) e percebo que talvez seja uma tendencia mundial da jovens trans dessa geração, só não entendo porque a Satoh se refere a ela pelo masculino,eu não gosto de classificações, (e para garotas trans existem varios,como ladyboy,newhalf,futanari,trany,e shemale,estes últimos mais usados para travestis)bom,se fr pra escolher um desses termos ,e eu escolheria futanari,(ok,eu sei que e um termo usado em animes hentais, e geralmente em sua maioria relta casos lésbicos ^^' ) mas eu me identifico pelo simples fato de que nas historias elas são retratadas de uma maneira totalmente feminina,tanto que as personagens são dubladas por mulheres,e a unica coisa que as denuncia,ae a genitália,mas isso eu uso mais entre amigos,pessoas familiarizadas com a cultura japonesa,e por ser tbm um termo japonês eu tenho mais identificação,mas em questões mais serias e flo que sou hermafrodita(transexual e a mesma coisa que hermafrodismo psíquico ) ou mesmo o termo transexual,mas como a própria Fabi disse,a sexualidade e algo muito amplo,não podemos dividir em caixinhas,ser masculino e feminino e algo muito relativo,não a certo e nem errado,o problema e que vivemos numa sociedade em que tudo e divido entre masculino e feminino,o que e muito lamentável ..

    ResponderExcluir
  7. mas finalizando...(flei horrores XD ^^') acredito que no Japão uma garota trans não operada tbm e vista como pertencente ao sexo feminino,bom ..e uma impressão..preciso ainda pesquisar mas sobre isso,mas o Japão e um país bem compreensível,talvez o problema seja o fato deles ainda acharem(os mais velhos) que para ser mulher totalmente e necessário uma vagina :/(e tlvz por isso a Kayoh sinta a necssidade de frizar que pertecente ao sexo masculino :/ geneticamente flando e claro) e sobre os documentos..eu não sei como funciona lei japonesa com relação a isso,porém acredito que e muito mais fácil mudar os documentos do que no Brasil,talvez ela não se incomode(o que deve ser uma hipótese remota,porque eu sei que pra praticamente todas,e para mim e horrível ter os documentos constando um nome que vc não se identifica :/)Agora se o nome "Kayoh" seja unissex não vejo muito problema ,mas enfim..o importante que ela parece estar feliz com a vida dela!espero que ela consiga mais conquistas daki pra frente!já tenho ela como um espelho a ser seguido,e fora que ela e bem parecida comigo em alguns sentidos,como o fato de adorar videogames *-* por ser modelo(eu tbm quero *^^*)cosplayer(eu sou frequentadora a anos de eventos,porem nunca fiz T-T mas irei faze um dia ^^)tenho bastante admiração por todas essas garotas trans asiáticas, e tbm algumas ocidentais(como o caso da Kim) confesso que meu sonho desde de criança era ser artista ^^' o uim que o Brasil e muito fraco nessa área,e ainda mais pra quem e trans,agora que as coisas estão melhorando com o surgimento de modelos como a Lea T,Carol Marra ,dentre outras!mas ainda assim não deixo de pensar e sonhar em fazer a vid no Japão *_* haha XD ^^' por fim parabenizo o blog por dar espaço ao assunto como esse,e por ter sido tratado de uma maneira bem respeitosa e inteligente :)(10 pontos para a grifinória haha ^^) claro que algumas palavras ditas poderiam ter sido faladas de outra maneira,mas não reclamo,já que vcs não tem contato,uma familiaridade com essa realidade das transexuais,então eu acabo sendo compreensível,e ao meu ver Luciana vc se saiu muito bem!;) não senti nenhum preconceito da sua parte,pelo contrário,senti admiração e respeito ,e algo que a mídia e sistema de ensino brasileiro deveria fazer,quanto mais flar ,e digo flar de maneira inteligente e verídica sobre essa temática,menor será o preconceito !e isso abrirá muitas portas para quem vivi nessa condição ^^

    ResponderExcluir