♥ Almanaque Tokyo - Takenokozoku ♥

14:03 Tokyo Fashion Girls 4 Comentários

Estou preparando um Almanaque Tokyo sobre Decora e achei interessante falar primeiro sobre o estilo que surgiu mais de 20 anos antes mas que serviu de inspiração para o movimento Decora da atualidade. Hoje eu apresento a vocês o Takenokozoku.

Como começou?

No começo de 1978 uma rua atrás do Yoyogi Park em Harajuku foi fechada para o tráfego de carros, apenas pessoas poderiam circular por ali, essas partes do Japão sem automóveis são chamadas de Hokosha Tengoku (歩行者天国) ou "Paraíso dos pedestres".
Nessa época, adolescentes que eram muito novos (ou muito pobres) pra ir para clubes começaram a invadir o Hoshoka Tengoku com caixas de som para dançarem o dia inteiro, o auge desse movimento foi em 1979 quando cerca de cinco mil adolescentes se reuniam toda a semana para dançar, esse grupo era chamado de Takenokozoku (Tribo do broto de bambu).



O Takenokozoku

Os membros dessa tribo foram os primeiros a reinventar o distrito de Harajuku e transformá-lo em um paraíso para a moda de rua. As garotas eram maioria e se vestiam com acessórios baratos como pulseiras de plásticos, contas, e bichos de pelúcia comprados nas lojas do distrito. As roupas eram inspiradas por designers e boutiques de Harajuku mas nem todas tinham dinheiro para comprar, então muitas vezes elas acabavam fazendo as suas próprias roupas, se tornando as primeiras "Harajuku girls".


Tanto as roupas que elas usavam como o nome da tribo foram baseados em uma boutique de Harajuku chamada "Takenoko" que abriu em 1978 (e continua aberta até hoje) e venda roupas soltas inspiradas em roupas tradicionais japonesas como os Kimonos da era Heian. Como as roupas da Takenoko eram muito caras as meninas tinham que costurar e customizar as suas roupas sozinhas, mas os resultados acabavam deixando elas mais parecidas com operários de construção.


Os verdadeiros Kimonos da Era Heian

As roupas eram mais soltinhas, normalmente feita de poliéster com cores brilhantes e decorados com Kanjis, nos pés eram usados sapatos de Kung-fu ou sapatos escolares por serem mais confortáveis para aguentar as horas e horas de dança.

Diferentemente da história das gyaru, o decora não começou como uma tribo transgressora, o máximo que as Takenokozoku faziam era roubar banners e faixas de lojas e usá-las como capas. Os seus acessórios favoritos eram laços enormes, colares de pérolas falsas, chapéus e adesivos que diziam "Oi, meu nome é..." tipicamente usados nas escolas de ensino fundamental.



Perfil das Takenokozoku no livro "Japanese schoolgirl inferno" Ilustração de Kazumi Nonaka

As garotas do Takenokozoku poderiam usar roupas meio esquisitas e acessórios de gosto duvidoso que não duraram muito tempo, mas uma coisa nós temos que respeitar: nada do estilo delas foi baseado em influências externas, tudo o que era usado era essencialmente Japonês!



Boutique takenoko nos dias atuais

As Takenokozoku dançavam algo muito parecido com o Para-Para (que hoje em dia é uma dança tipicamente gyaru), os passos eram derivados da tradicional dança Odori que era apresentada em templos e celebrações religiosas. Não importava a música, qualquer coisa que estivesse no topo das paradas era suficiente para passarem o dia dançando.

Juntamente com os Takenokozoku o Hoshoka Tengoku de Harajuku tinha várias pessoas adeptas ao rockabillu, rapazes vestidos de Elvis e meninas de Pin-ups, as duas tribos não se entendiam muito bem e as brigas eram constantes. No verão de 1979 a mídia descobriu os Takenokozoku e passou a fazer várias reportagens na área, até que um dançarino chamado Hiroyiki Okita foi descoberto por u olheiro e se tornou um pop star e ator de televisão, com isso o Hoshoka Tengoku começou a ser frequentado por pessoas que estavam lá só à procura de fama e tentavam se vestir da maneira mais chamativa possível para tentar a sorte no estrelato, os Takenokozoku começaram a se dispersar, muitos aderiram ao "American casual" e os Takenokozoku aos poucos desapareceram.

Depois do desaparecimento do estilo a rua foi tomada pelos covers de Elvis e muitos outros estilos começaram lá, até que em 1998 a rua foi aberta novamente para o tráfego de carros.



As Takenokozoku foram as primeiras representantes do que hoje é conhecido como "Harajuku style" que abrange vários estilos, um deles é o Decora, que será o tema do próximo Almanaque Tokyo, fiquem ligadas!


Fotos: Google
Fonte: "Japanese schoolgirl inferno" - Patrick Macias e Izumi Evers. Traduzido no Brasil como "Tokyo girls" 

4 comentários:

  1. Tadinhas, as roupas dela ficaram mais parecidas com de uma operária que da loja! XD

    Sua explicação ficou melhor que no livro, já que possui mais fotos e etc ^^

    ResponderExcluir
  2. É interessante eu adoro ler sobre essa cultura popular que simplesmente acontecem.

    ResponderExcluir
  3. Adoro quando vocês fazem esse tipo de post! Sou totalmente viciada em tribos urbanas e em como elas surgiram/progrediram e sua maior "inspiração"/motivo!
    Pleaaaaase, façam mais Almanaques

    x

    veruzkas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito! Muito interessante *-*

    ResponderExcluir