André Kim (KoreaIN)

07:30 Mandy Carol 4 Comentários

Olá pessoal! Bem, estou aqui novamente para trazer para vocês um texto que fiz em colaboração com a minha colega de equipe Heloísa Oliveira para a edição piloto da revista KoreaIN. Para quem ainda não conferiu, segue abaixo nossa matéria:


André Kim foi um famoso estilista sul-coreano conhecido por suas roupas de gala e casamento. A que se deve sua fama e importância? André Kim foi o primeiro estilista sul-coreano a ter um desfile de moda em Paris, mas não apenas lá, ele também fez desfiles em Nova Iorque, Washington DC, Barcelona, ​​Cairo, Sydney e Pequim. Estrelas globais como o rei do pop Michael Jackson e Brooke Shields usaram seus figurinos e também ídolos como: Lee Young Ae, Choi Siwon, Sully e Bae Yong Joon.


André Kim (feio que dói)

 

Michael Jackson, Minho (SHINee) e Park Bo Young com figurinos feitos pelo estilista

Infelizmente, André Kim morreu aos 75 anos em 2010, devido a um câncer colo-retal e pneumonia. Em seu tributo, foi organizado um desfile que arrecadava fundos para a UNICEF, onde as estrelas coreanas Lee Byung Hun, Kim Hee Sun, Choi Siwon e Oh Jong Hyuk desfilaram com suas roupas em sua memória. Além disso, recentemente foi anunciado a produção de um filme biográfico em que o ator Ha JungWoo irá vivenciar o grande o estilista. O filme é esperado para a segunda metade de 2013.

Seu estilo

Seus elementos de composição são tanto clássicos como futuristas, além de possuir forte inspiração nos padrões asiáticos. Rosas, árvores e aves, são alguns exemplos. Também podemos notar em seus designs motivos barrocos, bizantinos e renascentistas. Apesar de seus projetos favorecem o branco, ele também possui resultados bastante distinto com a utilização de tons fortes. Suas roupas são ricamente trabalhadas, muito estimadas pela elegância e qualidade das peças. O corte remete, dependendo do caso, tanto à roupas ocidentais como orientais, lembrando, por vezes, roupas imperiais ou da nobreza.

  


Carreira

Filho de agricultores rurais, Kim Bong-nam, nasceu em Goyang e se formou na Kukje Fashion Design Institute. Sob o regime colonial do Japão, ele teve o privilégio de vislumbrar mulheres coreanas que se vestiam à moda ocidental, após voltarem do Japão. Outra forte impressão em sua infância foi a visão de uma noiva durante o casamento na aldeia.
Na década de 60, quando começou a desenhar, o país se recuperava da Guerra da Coreia, havendo poucas informações sobre moda ocidental. André Kim se popularizou por meio dos seus desfiles de moda e os meios de comunicação, utilizando-se da moda ocidental. Ele se desfez de seu primeiro nome e se reinventou como André, nome sugerido por um amigo e que soava poético para ele.
Com o tempo, seus vestidos faziam parte de muitos armários das mulheres da alta sociedade e recebeu diversos prêmios culturais de governos europeus. Com a Coreia do Sul democratizada no fim da década de 1980, a cultura ocidental se espalhou por toda a Ásia e Kim foi apontado por alguns como "vestígio de um país que há muito desapareceu".
Ainda assim, André Kim não deixou de ser popular e, sendo escolhido em 1981 como designer-chefe do concurso Miss Universo, produziu em 1988 os uniformes dos atletas coreanos para os Jogos Olímpicos de Seoul, inúmeros desfiles, entre outros tantos feitos.
Kim nunca se casou, mas adotou um filho. Após anos usando terno, ele desenvolveu uma roupa singular, de aspecto futurista que compensaria a falta de exercícios. Possuía 100 trajes semelhantes, o qual mudava frequentemente. Sua maquiagem tornou-se cada vez mais espessa e com a ausência de cabelos, acabou por pintar a cabeça de preto.  
                

André Kim apresenta sua primeira coleção em 1962

 

Coleções de 2009 e 2007, respectivamente

Site official: https://andrekim.co.kr

 André Kim é muito lúdico, acho maravilhosas todas as suas criações, sonho da minha vida casar assim! Pena que perdemos um dos maiores nomes da moda coreana.

Bem como havia dito antes essa reportagem faz parte da Edição Piloto da revista KOREAIN, uma revista voltada totalmente à Coréia! A Edição 0 foi online, mas Edição 1 é impressa (já havia falado dela aqui) e finalmente saiu! Na parte de moda falamos de Moda Hallyu de 1990 a 2012, fora outras reportagens incríveis. Eu estive em colaboração com a parte de Moda e fiz a matéria do musical Elisabeth. Quem quiser adquirir *propaganda* ela custa 20 reais (com frete incluso) e está pronta entrega pra todo Brasil, consiga a sua aqui: http://koreainmz.wix.com/lojakoreain




Lamento se sai um pouco do foco do blog, mas enfim, acho que a moda é válida em todas as suas formas.

4 comentários:

  1. Não conhecia esse estilista, mas adorei os trabalhos e o estilo dele. Uma pena mesmo ter perdido uma pessoa de tanto talento como ele!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ah, só faltou dizer sobre a pose classica do desfile dele que são os "noivos" e que toda a Coreia aderiu quando a historia é casal!!

    x

    veruzkas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gotsei da idéia de manter o estilo clássico da cultura coreana, mas aquelas raposinhas me distraíram :(
    *Por favor estilistas, parem de usar bichinhos! T_T vcs são geniais sem precisar deles.*
    Fora isso a coleção é bem bonita mesmo.

    ResponderExcluir
  4. bem interessante o post :) adorei o trabalho dele

    ResponderExcluir