Por onde andei?

21:27 Tokyo Fashion Girls 10 Comentários

Por: Luciana
*Prepara a cadeira confortável porque vai ter textão*

Olá meninas!

Imagino como deve ser estranho ver um post aqui depois de quase 2 anos (completaríamos 2 anos de hiato no dia 26/02) mas acreditem, mais estranho ainda foi abrir o painel do blogger e ver que ainda depois de dois anos de ausência ainda mantemos uma média de 300-400 visitas por dia.

"Nossa Luciana você é muito cara de pau, abandona o blog sem dizer nem tchau e aparece assim do nada."

Acreditem vocês ou não eu nunca consegui me despedir do blog porque lá no fundo eu pensava "mas é só por um mês e aí eu volto", "assim que as provas passarem" e assim por diante.

Porém, calhou que no final de 2015 e começo de 2016 ocorreram mudanças na minha vida que me fizeram pensar MUITO no blog recentemente, e em todas as coisas boas que ele me proporcionou.
Para quem está com preguiça de ler até o final saibam que EU VOLTEI e que vou pensar em qual será o melhor formato do blog daqui em diante, para quem está tão emocionada quanto eu e quer ler as minhas desculpas tintin por tintin vamos começar!

1 - Coisas que ganhei com o TokyoFG e que nunca esqueci

Graças ao blog eu fui capaz de conhecer pessoas incríveis tanto virtualmente como pessoalmente e isso me deixa muito feliz até hoje, tenho amigas no facebook que de vez em quando pergunto "Cara, como foi que eu te conheci mesmo?" e acaba que foi por causa do blog! Esse tipo de contato com gente que gosta (ou gostava) das mesmas coisas que você é muito bom!


2 - Motivos pelos quais o blog parou

Uma sucessão de motivos na verdade, vou tentar sumarizar em outros pontos....

2.1 - Alta do dólar

Não vou tentar puxar estatísticas (até porque nem lembro mais como faz isso) mas um dos maiores geradores de tráfego no blog era review de produtos asiáticos, na "golden age" das compras internacionais eu recebia vários pacotes por semana, claro que eu tinha chegado a um ponto que eu recebia muitos produtos mas eu também comprava muito já que o dólar era menos de R$2,00 #saudades.
Com a alta do dólar, essa sessão que eu tinha o maior prazer em fazer acabou morrendo aos poucos e tudo o que eu tinha era basicamente o que estava na fila esperando para fazer review, não iria ter como testar novos lançamentos, não iria conseguir comparar custo-benefício com marca nacional e por aí vai.
Juntamente com isso, as sessões de novidades com lançamentos de maquiagens e roupas não ia mais fazer sentido! Esse blog nunca foi voltado para pessoas ricas (até porque eu não sou) então de quê adianta falar sobre algo que as minhas leitoras não vão poder usar?

Para vocês terem uma noção, só fiz 4 compras internacionais em 2015... Uma de produtos da NYX que são super baratos e mesmo com o dólar caro + imposto ainda valiam a pena, e as outras três foram de bugigangas que custaram menos de 10 reais e se chegassem seria uma vitória.

2.2 - Cerco às importações

Não vou entrar na politicagem, mas o governo conseguiu encontrar uma mina de ouro taxando os produtos de fora ao invés de diminuir os impostos e estimular o consumo interno.
Pensando na alta do dólar, às vezes (quando o dólar custava 3 reais) eu até comprava uma coisa ou outra porque eu realmente não vivo mais sem ela ainda assim não custava tão caro, mas aí você paga num sei quanto no produto + 60% do valor do real + uma taxa dos correios foi demais pra mim e parei de comprar de fora.
OK NEXT!

2.3 - Falta de tempo

O mimimi de sempre né? Desde 2013 comecei a trabalhar em tempo integral em um escritório, namorar e continuar a faculdade que até hoje não terminou, colocando isso em dias de semana temos 8 horas de trabalho + 1 hora de almoço + 2 horas de locomoção + 3 horas de faculdade, isso sem contar o tempo para fazer coisas necessárias em casa. Aos finais de semana, é claro, meu tempo era dedicado ao namorado.
Por mais que pareça bobo, produzir conteúdo para um blog toma MUITO tempo, demanda leitura, conhecimento mínimo sobre o tema, se for review tem que fazer fotos, coletar informações, testar o produto, fazer maquiagem, enfim, coisas que para quem trabalha, estuda e namora é bem difícil (imagine se eu tivesse amigos :D).

2.4 -  "morte" do estilo gyaru

Apesar de eu curtir muitos estilos que tiveram origem no Japão, gyaru foi sem sombra de dúvidas o que mais me encantou e o que mais me fez pesquisar e ler sobre o assunto, com o cancelamento de revistas históricas como a PopSister (que eu tenho a sorte de possuir a última edição) e a Egg muitos sites começaram a falar sobre a decadência do estilo como o lindo Tokyo Fashion e o Japan trends.
 Porém, isso é uma coisa que não precisa ser expert em moda para saber que eventualmente iria acontecer, aqui nesse blog mesmo já vínhamos falando sobre a influência do estilo mais básico das coreanas e como isso estava afetando as revistas com visual mais impactante como a Egg e a Popteen. A moda muda, os estilos específicos ficam para trás e só continua sendo seguido por aqueles que realmente se identificam com ele (Podemos ver exemplos em outros países como o estilo Punk, Pin-up, Gótico, etc. todos tiveram o seu auge, onde várias pessoas se vestiam dessa forma, e aí a maioria simplesmente deixou de lado e só quem segue hoje em dia é uma parcela bem pequena).

Na verdade, quando esse blog surgiu em meados de 2009 gyaru já era considerado um estilo morto no Japão, mas parece que fora do Japão ele meio que bombou nesse período e tinham várias western gals que levantaram a bandeira, fizeram propaganda do estilo e até foram notícia lá no Japão.

Com as referências de estilo lentamente desaparecendo e dando lugar a uma repetida sopa de mesmices foi inevitável que eu e as leitoras fôssemos perdendo o interesse no assunto até chegar ao ponto de eu não sentir mais vontade de ler sobre ele.

2.5 - O mundo é um lugar cruel

Tópico polêmico!

É impossível chegar nesse assunto sem falar sobre "porque diabos falamos tão mal uns dos outros", mas como acho isso um tópico muito psicológico e eu não sou formada em psicologia vou tentar minimizar minha opinião sobre o assunto.
Vou tentar dissertar mais sobre a parte mercadológica dos blogs! Me contem aí nos comentários se vocês tem uma opinião diferente!

Já faz um tempo (uns bons 10 anos ou mais) que blog/youtube vinha se tornando mais que um canal para você ter o "seu cantinho", as redes sociais viraram um poço de lucratividade e com isso blogueiras e blogueiros profissionais inundaram a nossa internet.

Do canto esquerdo superior no sentido horário: @brittanie_evans, @amrezy, @nikkietutorials, @michellephan
Fonte: Instagram

Daí nós somos inundadas com essas mulheres maravilhosas usando maquiagens incríveis, fazendo vídeos detalhadíssimos no Youtube, que tipo de abertura temos para acompanhar/ler/seguir blogueiras que não estão nesse nível e talvez nunca cheguem lá? Blogueiras que acreditam que um blog é o "meu cantinho" ou que querem ser Camila Coelho mas que estão começando agora e só usam a câmera do celular e não sabem pôr maquiagem nem escolher as roupas que mais a valorizam?

Eu nunca segui blogs até criar o TokyoFG em 2009, mas é só procurar "antes e depois" na internet que você vê que essas mulheres incríveis um dia eram que nem eu e vocês! Achei algumas listas aqui e aqui (as gringa já começavam profissa gent).
Começar um blog é sempre difícil (ô se é) especialmente se você tenta criar um blog com um conteúdo que você espera que atinja várias pessoas. Eu só imagino o quanto que essas moças desses links e dessas fotos se esforçaram para chegar onde estão agora.

É impossível que essas blogueiras do F-hits ou as Gurus do youtube sejam comparadas com as pessoas "normais", essas moças tem agentes, fotógrafos, editores, stylists, patrocínio, elas não trabalham 8hs por dia em um escritório para chegar em casa e fazer uma maquiagem para postar, o trabalho delas É fazer as maquiagens, os looks, e isso toma MUITO mais de 8 horas do dia da pessoa, blogueiras no estilo Thássia Naves trabalham e ganham dinheiro com seus blogs e mídias sociais! Uma das coisas que me deixava muito pra baixo quando fazia o conteúdo do blog era que eu não conseguia deixar minhas postagens com a qualidade que eu via em outros blogs, comprei câmera melhor, comprei kit de iluminação, comprei tripé... mas mesmo assim os vídeos eram muito amadores, as fotos não eram atrativas, etc, etc etc. E só depois que eu parei com o blog foi que eu fui perceber o quanto eu JAMAIS teria um conteúdo profissional no meu blog porque eu não sou profissional!

"Nossa Luciana você já falou um monte, o que isso tem a ver com o mundo ser um lugar cruel?"

O começo de uma carreira como blogueira (e mesmo depois que ela está consolidada) além de exigir muito trabalho também exige "botar a cara a tapa".

À medida que as mídias sociais foram evoluindo elas passaram de "meu cantinho onde eu posto e falo o que eu quiser" para um conglomerado de mídias que se conectam, que são vistas pelo mundo inteiro e que hoje trazem um significado muito maior na sociedade, hoje já não aceitamos que façam piadas racistas, homofóbicas ou machistas na internet, mesmo que a pessoa vomite um "ah mas é minha opinião".

Voltando para o assunto das blogueiras, as pessoas acreditam que por estarem nas "suas" redes sociais, que elas podem falar o que quiser, então podem fazer comentários ácidos, preconceituosos e muito negativos para as blogueiras. Isso tudo se potencializa quando sites de ódio são criados e alimentados por pessoas que não conseguem produzir nada além de ódio!
Acho que tudo bem você fazer um post "gongando" um certo look de uma certa pessoa, no sentido de falar "ó, isso aí não ornou por causa disso, daquilo e daquilo outro", "miga, num tá bom não", ao invés de postar coisas "LOL fugly bitch you not gyaru gtfo" (Coloquei a expressão em inglês porque vejo isso acontecendo mais na gringa). A maior prova disso é o famigerado gyaru diary e vários outros exemplos de blogs e fóruns sobre blogueiras não-gyaru também.

2.6 - Falta de inspiração de outras blogueiras

Uma das fontes de inspiração e informação que eu utilizava eram outras blogueiras do estilo, eu acompanhava de perto para ver a composição que elas usavam, quais peças faziam mais diferença no look, se elas conseguiram algo de alguma coleção que eu achava incrível e queria para mim também, etc.



Da esquerda pra direita: Sui, Monica Tang, Zhizhi e Shiena
Fontes: www.suiprincess.com, tumblr, www.tokyofashion.com

E aí o que acontece... não só gyaru é um estilo que naturalmente veio se "suavizando" ao longo dos anos e pouquíssimas pessoas ainda seguiam versões mais extremas, como os constantes ataques em sites de ódio deixam qualquer uma pra baixo! Você tá fazendo o seu melhor fazendo maquiagem, cabelo, comprando roupa cara, para mostrar o quanto você gosta e quer seguir aquele estilo e aí vem gente falar mal de você. Eu sinceramente nunca entendi porquê o gyaru secrets atacava tanto a Zhizhi por exemplo, era era uma das minhas blogueiras favoritas, fazia a maquiagem e o cabelo muito bem e sabia como combinar as roupas, sinceramente não consigo pensar em mais nada além de "recalque", rs.

Então, vamos somar... temos um estilo em "desuso" + ataques constantes de haters + a dificuldade de manter um blog = Muitas blogueiras gyaru desapareceram.

Gente, pelo amor de todos os c*ralhos porquê as pessoas são assim?????  Enquanto o pessoal perde tempo falando que o delineado de pessoa X não está perfeito e que por isso ela não é gyaru a Ayutama faz o maior sucesso em tudo que é site de street snap no Japão fazendo uma maquiagem totalmente amadora! Os Japoneses não estão nem aí pra perfeição na maquiagem, só o povo de fora!


Vídeo da Ayutama para o KAWAII PATEEN

A MESMÍSSIMA coisa acontece com a comunidade lolita fora do Japão, dentro do Japão se você usa uma saia da Angelic pretty e um sapato com um laço o pessoal tira uma foto sua e te pôe num site com a legenda "Lolita on the street in Harajuku" ou algo do tipo.

Fonte: Tokyofashion.com

Um exemplo clássico é essa foto que achei no Tokyofashion de uma moça usando ou outfit lolita, eu nunca fui muito chegada na comunidade lolita mas visitei ela o suficiente para saber que se essa moça fosse uma blogueira e se não fosse japonesa o mundo inteiro estaria falando mal do estilo dela por mil motivos diferentes (o único que o meu pouco conhecimento de tretas lolita pode apontar é que ela não está usando meia calça, oh, que pecado!)

Acho que falta um pouco de entendimento nas pessoas de que um estilo especialmente fora de locais como o Japão (e fora de uma certa faixa etária) é muito difícil de ser seguido perfeitamente. As pessoas se esquecem de que a Misako Aoki, Tsubasa Masuwaka, Kyary e tantas outras tem toda uma produção por trás para ter certeza que elas saiam nas fotos imaculadamente perfeitas. As "staff-chan" trabalham com moda e beleza, aparecer lindas e montadas nas redes sociais faz parte da estratégia de atrair clientes pras suas lojas. As meninas que tem suas fotos tiradas em Harajuku se arrumam por horas antes de sair e são quase 100% das vezes da indústria da moda, comecem a ler um pouco mais sobre as pessoas que tem as fotos tiradas pelo Tokyofashion por exemplo, quase todos são estudantes de ensino médio com menos de 20 anos de idade, estudantes de moda, blogueiras ou modelos!

É claro, se uma pessoa está determinada a ser a Tsubasa Masuwaka ela tem mesmo que ralar muito pra conseguir, mas não seria um pouco mais legal da nossa parte se mostrássemos um pouco de apoio ao invés de só reclamar de uma pessoa que está tentando enquanto estamos com as nossas bundas sentadas em frente ao PC usando um pijama e com um gato sentado no colo? (essa descrição é da minha situação nesse momento LOL).

3. Motivos pelos quais o blog voltou!!!

A MELHOR PARTE NÉ GENT? Traz a bebida que pixxxc, coloca pipoca no micro-ondas e vem comigo celebrar!

3.1 - Virei deboísta... tá, nem tanto!

Mas realmente aprendi a ter uma maior aceitação com as pessoas ao meu redor e especialmente relacionados à pessoas que gostam ou seguem os mesmos estilos que eu. Não vou fazer um CSI TokyoFG e sair apagando as postagens que eu posso ter falado mal de alguém ou ter sido uma das pessoas que critiquei acima pelos comentários ácidos, acredito que isso é um processo de evolução e tenho muito orgulho de dizer que hoje não faria mais algo do tipo!

Valha Luciana mas o que isso tem a ver com você voltar com o blog?

Tem a ver sim! Com uma postura mais positiva em relação à vida e à moda agora posso olhar para certos estilos e certas pessoas/blogueiros(as) e extrair coisas boas mesmo que eu não admire como um dia admirei gyaru! Isso contribui para que eu possa desenvolver um conhecimento holístico a respeito da moda no Japão, que é tão rica, ao invés de focar apenas em gyaru como sempre vim focando durante esses anos!

3.2 - Tenho mais tempo!

Apesar de estar trabalhando mais, em 2016 comecei a trabalhar de casa para uma empresa americana ainda no ramo de pesquisa de mercado. Considerando que agora eu só preciso me levantar da cama, tomar banho e descer as escadas para trabalhar, meu dia se tornou bem mais produtivo em termos de atividades paralelas, posso acordar cedo e ler/produzir alguma coisa ou posso flexibilizar os meus horários tirando uma parte do dia para mim e trabalhar até mais tarde, enfim, agora tenho uma vida mais flexível!

3.3 - Namorado

Siiiimmm ainda estou com o mesmo namorado desde a última vez que escrevi sobre a minha vida aqui pra vocês, ele está morando aqui em casa e por causa da convivência todos os dias nos finais de semana geralmente a gente "vai cada um prum lado" por algum tempo... ele fica no quarto jogando e eu venho pro escritório ficar no computador ou faço outra coisa.

3.4 - EU VOU PRO JAPÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

AAAAAAAAIIIIIII MEU DEUSSSS!!!! SEMPRE QUE EU PENSO NISSO FICO A PONTO DE TER UM PIRIPAQUE!

Vou tentar resumir toda a história...
Desde que comecei esse blog morria de vontade de ir pro Japão, mas meu emprego na época mal dava para me sustentar. Quando comecei a trabalhar ganhando melhor em 2013 já quase no fim do blog coloquei uma meta (ainda não dobrei a meta) de juntar dinheiro para poder viajar para o Japão. O blog parou mas o dinheiro continuou sendo depositado na poupança do Japão! Meu maior problema é que meus amigos são todos lisos e que seria muito chato ir para o outro lado do mundo sozinha, sem ninguém para conversar, tirar fotos, rir, etc.
Eis que no meio de 2015, quando já estava trocando os planos e iria para a temporada de neve no Chile, duas amigas minhas ganharam um concurso de cosplay e o prêmio nada mais era do que passagem e hospedagem no Japão! EEEEKKKKKK!!!

Claro que entrei em estado de frenesi por finalmente poder realizar o meu sonho depois de tanto tempo! Não vou comentar muito sobre esse assunto ainda pois pretendo fazer uma série de posts sobre isso incluindo preparativos da viagem, roteiro, a viagem em si, etc etc etc.

Agora preciso de vocês para convencerem a Luana a ir junto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bom gente, é isso! Obrigada a vocês que conseguiram ler tudo isso e chegar até o final! Estou muito feliz em recomeçar o blog aproveitando essa nova etapa da minha vida, gostaria que essa fosse uma nova etapa para o blog também, por isso eu talvez demore um pouco para reorganizar o layout das coisas!

Bjos e até a próxima!

Luciana (Sem assinatura bonitinha por enquanto)

10 comentários:

  1. Bem-vinda de volta. Muito feliz de saber que o blog está de volta. Leitora do blog há bastante tempinho, mas nunca comentava, e quando ele "morreu" foi bem triste.Enfim, dessa vez tive que comentar. hahaha
    Parabéns novamente e estarei aguardando novos posts. Será muito legal ver teu amadurecimento em relação a moda japonesa. Creio eu que muitas pessoas, assim como eu e vc amadureceram também nesse sentido. Alguns abandonaram por completo qualquer street fashion japonesa, mas outros só adaptaram ao modo de vida atual. Enfim, não sei mais o que dizer. Bem-vinda!!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que vai voltar!!!! Estou super feliz!! *0*

    ResponderExcluir
  3. Ai que emoção. Senti tanto a sua falta que quase surtei quando vi a postagem no facebook ;----;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também quase surtei e olha que fui eu que escrevi! XD

      Excluir
  4. Noooooossa Lu, quanto tempo! Volta e meia eu vinha ver se tinha algo novo e hoje qdo vi atualização em alguma lista de blogs, nem acreditei!

    Menina, tu sumiu!! E vc nem vai acreditar: nesse período de hiato do blog entre 2014 e 2015 eu fui morar na China!!! Marido foi transferido pra lá e nós fomos junto, com tudo pago pela empresa. Cara, que saudades tenho do Taobao com frete grátis e tudo chegando em menos de 7 dias...!!! Nesse período de 1 ano e pouco tb fomos pra Hong Kong, Korea e Cingapura, TUDO de bom..!! *btw voltamos pro Brasil em julho do ano passado*

    Lu, se conselho fosse bom ngm dava, vendia. Mas se eu puder te dar um conselho, te diria: aproveita e vai sim pro Japão!!! Dinheiro vc trabalha e ganha tudo de novo, mas as oportunidades que aparecem na vida nem sempre podem aparecer de novo. O maior bem que a gente leva desta vida são as experiências. Por isso, tendo condições, vai e realiza seu sonho...!!

    Beijos e apareça viu.

    ResponderExcluir
  5. Do nada me deu uma saudade desse blog e vim visitá-lo. Para minha surpresa...ohhh... está de voltaaaa!!! Nesses dois anos muita coisa mudou...até suas leitoras assíduas (como eu) suavizaram mais o estilo também... Será ótimo voltar a acompanhar esse blog novamente. E fico muito feliz por você estar com notícias tão agradáveis. Bem Vinda !!!

    ResponderExcluir
  6. Yay! Esse foi o primeiro blog de moda japonesa que achei e fiquei meio triste quando pararam. Imagina minha surpresa de voltar aqui e ver vocês finissimas com várias postagens!!

    ResponderExcluir
  7. Yay! Esse foi o primeiro blog de moda japonesa que achei e fiquei meio triste quando pararam. Imagina minha surpresa de voltar aqui e ver vocês finissimas com várias postagens!!

    ResponderExcluir
  8. É muito bom vermos o quanto mudamos em nossas opiniões, modo de ser e ver o mundo. Fico feliz quando as pessoas reconhecem seus erros e tentam melhorar e não ficam agindo como se fossem as certas em tudo. Desde a época de parei de acompanhar os blogs que lia até agora, sinto que melhorei muito como ser humano. É muito ver outras pessoas melhorando também.

    ResponderExcluir